sexta-feira, 29 de junho de 2012

Mossoró cidade junina chega a reta final com muita festa e alegria

Festival de Quadrilha lota arquibancadas na reta final da disputa
Hoje, os shows na Estação das Artes são de Roberto e Banda Maior Expressão, Forró dos 3, Jogo de Cintura, César Menotti & Fabiano; Berg Silva no Memorial Jazz; Meirinhos, no adro da Capela de São Vicente; bandas Samba Nobre e Banda Rádio AM na Cidadela; Heloísa Morais e Banda Fator Positivo, Praça de Convivência. Na Arena Deodete Dias haverá a 5ª Eliminatória Interestadual Estilizada, além de toda a programação do dia anterior.
Sábado, na Estação das Artes, haverá shows musicais com Papel Gomes, Andrade Júnior e Banda, Eliane, Ferro na Boneca e Inala; além do Forró dos Cafonas; Mônica Jucá e Banda Salsalada na Cidadela; Everton Nascimento, no adro da Capela de São Vicente; Elizabeth Freitas, na Praça de Convivência e 6ª eliminatória de quadrilha estilizada.
Na Praça de Eventos, Mulungu Teatro de Mamulengos (Igarassu-PE) e o projeto Sorrindo no São João, com Alex Nogueira e Concurso de Piadas. A programação do Mossoró Cidade Junina terminará domingo, com show no adro da capela de São Vicente (Marcus Lucena) e Infla 6, na Cidadela, além de Burro Táxi, Pau de Arara Eletrônico, Feira de Artesanato e Feira de Comidas Típicas.


Fonte: O Mossoroense

Agora é pra valer, iniciada a tempoada das Convenções dos partidos aspirantes ao Executivo e Legislativo em Caraúbas RN

Foto do blog francileno de gois

Ontem (28/06/2012), teve início em Caraúbas RN, as Convenções dos partidos políticos que se articulam para conquista do Poder Executivo/Legislativo em Caraúbas RN.O Partido da República PR, ao lado do  DEM, PSD, PDT e PTC realizaram na área de lazer da loja Maçônica de Caraúbas/RN, a convenção que oficializou o nome de Padre Paulo Brasil do PR  para prefeito e Elionaldo Benevides do PDT para vice-prefeito.

Estiveram presentes políticas de nossa cidade, lideranças comunitárias, dentre os presentes,o ex-prefeito Eugênio Alves, vereador Juninho Alves, o presidente estadual do PTC e candidato a vereador em Mossoró Miguel Mossoró, o deputado Getúlio Rêgo, e os pré-candidatos a vereadores da coligação.

Assim Caraúbas já tem um grupo formado à corrida ao Palácio Jonas Gurgel que será escolhido no mês de Outubro, vamos aguardar para ver  quem Caraúbas irá optar!!!

Sábado (30/06) será a vez dos outros partidos de peso como PT e PMDB escolherem seus representantes...aguardemos!!!!

O clima contagiante de festa junina chega a todos os locais...São Pedro nas ruas de Caraúbas com o Arraiá da Maria Brejeiro, na Governadoria em Natal e logo mais, o Arraiá do povo da saúde em Caraúbas RN, - é o momento do III Arraiá do Hospital & Parceiros - Edição 2012!!!

Quadrilhas no I Arraiá do Seu Maltez em Caraúbas
São Pedro na Governadoria em Natal RN
Arraiá do Maria Brejeiro (Escola Maria Silva) em Caraúbas - RN

Governadora Rosalba Ciarlini decreta ponto facultativo hoje - 29/06/2012


DECRETO Nº 22.793, DE 25 DE JUNHO DE 2012


Decreta ponto facultativo nos Órgãos e Entidades da Administração Direta, Indireta, Autárquica e Fundacional do Estado, e dá outras providências.

A GOVERNADORA DO ESTADO DO RIO GRANDE DO NORTE, no uso das atribuições que lhe confere o art. 64, inciso V, da Constituição Estadual,

 D E C R E T A:
  
Art. 1º Fica declarado ponto facultativo nos Órgãos e Entidades da Administração Direta, Indireta, Autárquica e Fundacional do Estado, no dia 29 de junho, sexta-feira, excetuando-se as atividades ou serviços considerados essenciais.

 Art. 2º Este Decreto entra em vigor na data de sua publicação, revogadas as disposições em contrário.
  
Palácio de Despachos de Lagoa Nova, em Natal, 25 de junho de 2012, 191º da Independência e 124º da República.

ROSALBA CIARLINI
Antônio Alber da Nóbrega

Fonte: Site Oficial do Governo do RN.

quarta-feira, 27 de junho de 2012

Arraia na Capital...e em Caraúbas...Dia 29 a partir das 16h00, terá a concentração na praça da capela...vai ser muito bom!!!


Nesta terça-feira (26), aconteceu, no Centro de Formação de Pessoal para os Serviços de Saúde (CEFOPE), o II Arraiá do Cefopão, ocorreu as 17h, na avenida Alexandrino de Alencar. A comemoração promovida para alunos, servidores e professores do centro já virou tradição.

HOJE (27), a Secretaria de Estado da Saúde Pública (SESAP), através da Coordenadoria de Recursos Humanos, promove, a partir das 11h, no prédio sede, o II Arraiá da SESAP. Na programação, a escolha da Rainha do Milho, sorteios de Balaios, quadrilha e comidas típicas. A comemoração do São João já faz parte dos eventos promovidos pelo programa de Qualidade de Vida, Saber Viver, junto aos servidores.

E na quinta-feira (28), às 19h, acontece o X Arraiá do Santa. A festa é uma tradição no Hospital Santa Catarina, que resulta na melhoria do clima organizacional da unidade hospitalar e na integração com a comunidade.

Esse ano os festejos vão homenagear o Rei do Baião, Luiz Gonzaga. Haverá apresentação de quadrilha improvisada, barracas com comidas típicas, concurso da Rainha do Milho, forró com trio de sanfoneiro e brincadeiras. 

Fonte: Site da SESAP/RN

Hoje é o Dia Internacional do Diabético - 27 de Junho

Em todo o Brasil um total de 5,6% da população adulta maior de 18 anos possui o diagnóstico médico de diabetes. Os números são da Pesquisa VIGITEL (Vigilância de Fatores de Risco e Proteção para Doenças Crônicas por Inquérito Telefônico), realizada no ano de 2011, pelo Ministério da Saúde.

No Rio Grande do Norte este percentual atinge 5,8% da população adulta maior de 18 anos, o que representa 127.438 pessoas com diabetes. Na avaliação por sexo 5,0% da população masculina (52.740 homens) e 6,4% da feminina (73.114 mulheres) são portadores de diabetes.

O dia 27 de junho é lembrado como o Dia Internacional do Diabético, no Brasil a data é comemorada no dia 14 de novembro. O Diabetes mellitus ocorre quando há falta de insulina ou quando ela não atua de forma eficaz, causando um aumento da taxa de glicose no sangue (hiperglicemia). Há alguns fatores de risco para o diabetes como: sedentarismo, obesidade, hábitos alimentares não-saudáveis e alcoolismo.

De acordo com o Programa de Controle da Hipertensão Arterial e do Diabetes Mellitus, da Secretaria de Estado da Saúde Pública (Sesap), o Ministério da Saúde em parceria com as secretarias estaduais e municipais de Saúde implementa diversas estratégias de saúde pública, economicamente eficazes, para prevenir o diabetes e suas complicações, por meio do cuidado integral a esse agravo de forma resolutiva e com qualidade.

O Sistema Único de Saúde (SUS) fornece para a rede básica de saúde os medicamentos essenciais para o controle do diabetes: a medicação oral para todos os diabéticos maiores de 18 anos e a Insulina NPH 100 para os portadores insulino-dependentes.

Fonte: SESAP/RN

Vem ai...XII ENAM - Encontro Nacional de Aleitamento Materno - Fortaleza - CE


Hospital Giselda Trigueiro representa o Nordeste nas Boas Práticas de Gestão do Trabalho na Saúde

A Direção do Hospital Giselda Trigueiro participa nesta quinta feira (28), em Brasília, do Encontro Regional de Gestores do Trabalho na Saúde, da Região Centro Oeste. O hospital foi escolhido para apresentar aos participantes daquela região, a experiência inovadora da “Gestão Participativa: Estratégia de Inovação nas Relações de Trabalho e Qualificação do SUS.”

O objetivo do evento é constituir grupo de gestores para compartilhar experiências, discutir intervenções coletivas e debater as políticas de gestão do trabalho na saúde, na visão das três esferas governamentais.

No início deste ano, o Hospital Giselda Trigueiro ganhou o prêmio INOVASUS, lançado pelo Ministério da Saúde, como iniciativa da ação desenvolvida naquela unidade hospitalar que vem valorizando as boas práticas na Gestão do Trabalho na Saúde. Como também, estimulando a participação dos trabalhadores do hospital no planejamento das ações, permitindo que se tornem corresponsáveis pela gestão da unidade, conforme diretriz da Política Nacional de Humanização

A diretora geral da unidade hospitalar, Milena Martins, estará apresentando a experiência vitoriosa, representando a região Nordeste, onde será mostrado como foram estruturados colegiados nos quais representantes das várias categorias dos servidores têm autonomia para planejar e avaliar as ações desenvolvidas. Como também, a inclusão dos usuários, que frequentemente são convidados para discutir com a direção do HGT, suas expectativas e demandas quanto ao serviço prestado.

“É como muito alegria e satisfação, que nós que fazemos parte da direção do Hospital Giselda Trigueiro recebemos esse convite do Ministério da Saúde. Esperamos contribuir na discussão de ações que visam melhorar a área de gestão do trabalho para a nossa região”, disse Milena Martins.

Fonte: Assessoria de Imprensa SESAP/RN

Parabéns a equipe do Jardim Infância Hugolino de Oliveira pelo lindo Arraiá Junino

Credito da imagem: icemcaraubas
Equipe coordenada por Conceição de Goes.

terça-feira, 26 de junho de 2012

Qualidade de Vida para mãe e filho...saúde através da alimentação desde a infância.


Comemorando a vida - Maria Josilene Bezerra.

Josilene e sua filha Mayara
Fazendo pausa para celebrar a vida a senhora Maria Josilene Bezerra, ex. Secretária de Assistência Social, teve momento de alegrias ontem (25), comemorando seu aniversário. Sempre demonstrando jarra e trabalho a frente a Secretaria de Assistência Social, Josilene agora se dedica a luta por uma vaga no Legislativo caraubense. Desejamos boa sorte e que Deus esteja sempre lhe guiando em sua vida! Parabéns!!!

domingo, 24 de junho de 2012

Divulgando - Declaração final da Cúpula dos Povos na Rio+20

O documento final da Cúpula dos povos sintetiza os principais eixos discutidos durante as plenárias e asembléias, assim como expressam as intensas mobilizações ocorridas durante esse período – de 15 a 22 de junho – que apontam as convergências em torno das causas estruturais e das falsas soluções, das soluções dos povos frente às crises, assim como os principais eixos de luta para o próximo período.

Declaração final
Cúpula dos Povos na Rio+20 por Justiça Social e AmbientalEm defesa dos bens comuns, contra a mercantilização da vida
Movimentos sociais e populares, sindicatos, povos, organizações da sociedade civil e ambientalistas de todo o mundo presentes na Cúpula dos Povos na Rio+20 por Justiça Social e Ambiental, vivenciaram nos acampamentos, nas mobilizações massivas, nos debates, a construção das convergências e alternativas, conscientes de que somos sujeitos de uma outra relação entre humanos e humanas e entre a humanidade e a natureza, assumindo o desafio urgente de frear a nova fase de recomposição do capitalismo e de construir, através de nossas lutas, novos paradigmas de sociedade.
A Cúpula dos Povos é o momento simbólico de um novo ciclo na trajetória de lutas globais que produz novas convergências entre movimentos de mulheres, indígenas, negros, juventudes, agricultores/as familiares e camponeses, trabalhadore/as, povos e comunidades tradicionais, quilombolas, lutadores pelo direito a cidade, e religiões de todo o mundo. As assembléias, mobilizações e a grande Marcha dos Povos foram os momentos de expressão máxima destas convergências.
As instituições financeiras multilaterais, as coalizações a serviço do sistema financeiro, como o G8/G20, a captura corporativa da ONU e a maioria dos governos demonstraram irresponsabilidade com o futuro da humanidade e do planeta e promoveram os interesses das corporações na conferencia oficial. Em constraste a isso, a vitalidade e a força das mobilizações e dos debates na Cúpula dos Povos fortaleceram a nossa convicção de que só o povo organizado e mobilizado pode libertar o mundo do controle das corporações e do capital financeiro.
Há vinte anos o Fórum Global, também realizado no Aterro do Flamengo, denunciou os riscos que a humanidade e a natureza corriam com a privatização e o neoliberalismo. Hoje afirmamos que, além de confirmar nossa análise, ocorreram retrocessos significativos em relação aos direitos humanos já reconhecidos. A Rio+20 repete o falido roteiro de falsas soluções defendidas pelos mesmos atores que provocaram a crise global. À medida que essa crise se aprofunda, mais as corporações avançam contra os direitos dos povos, a democracia e a natureza, sequestrando os bens comuns da humanidade para salvar o sistema economico-financeiro.
As múltiplas vozes e forças que convergem em torno da Cúpula dos Povos denunciam a verdadeira causa estrutural da crise global: o sistema capitalista patriarcal, racista e homofobico.
As corporações transnacionais continuam cometendo seus crimes com a sistematica violação dos direitos dos povos e da natureza com total impunidade. Da mesma forma, avançam seus interesses através da militarização, da criminalização dos modos de vida dos povos e dos movimentos sociais promovendo a desterritorialização no campo e na cidade.
Da mesma forma denunciamos a divida ambiental histórica que afeta majoritariamente os povos oprimidos do mundo, e que deve ser assumida pelos países altamente industrializados, que ao fim e ao cabo, foram os que provocaram as múltiplas crises que vivemos hoje.
O capitalismo também leva à perda do controle social, democrático e comunitario sobre los recursos naturais e serviços estratégicos, que continuam sendo privatizados, convertendo direitos em mercadorias e limitando o acesso dos povos aos bens e serviços necessarios à sobrevivencia.
A dita “economia verde” é uma das expressões da atual fase financeira do capitalismo que também se utiliza de velhos e novos mecanismos, tais como o aprofundamento do endividamento publico-privado, o super-estímulo ao consumo, a apropriação e concentração das novas tecnologias, os mercados de carbono e biodiversidade, a grilagem e estrangeirização de terras e as parcerias público-privadas, entre outros.
As alternativas estão em nossos povos, nossa historia, nossos costumes, conhecimentos, práticas e sistemas produtivos, que devemos manter, revalorizar e ganhar escala como projeto contra-hegemonico e transformador.
A defesa dos espaços públicos nas cidades, com gestão democrática e participação popular, a economia cooperativa e solidaria, a soberania alimentar, um novo paradigma de produção, distribuição e consumo, a mudança da matriz energética,  são exemplos de alternativas reais frente ao atual sistema agro-urbano-industrial.
A defesa dos bens comuns passa pela garantia de uma série de direitos humanos e da natureza, pela solidariedade e respeito às cosmovisões e crenças dos diferentes povos, como, por exemplo, a defesa do “Bem Viver” como forma de existir em harmonia com a natureza, o que pressupõe uma transição justa a ser construída com os trabalhadores/as e povos.
Exigimos uma transição justa que supõe a ampliação do conceito de trabalho, o reconhecimento do trabalho das mulheres e um equilíbrio entre a produção e reprodução, para que esta não seja uma atribuição exclusiva das mulheres. Passa ainda pela liberdade de organização e o direito a contratação coletiva, assim como pelo estabelecimento de uma ampla rede de seguridade e proteção social, entendida como um direito humano, bem como de políticas públicas que garantam formas de trabalho decentes.
Afirmamos o feminismo como instrumento da construção da igualdade, a autonomia das mulheres sobre seus corpos e sexualidade e o direito a uma vida livre de violência. Da mesma forma reafirmamos a urgência da distribuição de riqueza e da renda, do combate ao racismo e ao etnocídio, da garantia do direito a terra e território, do direito à cidade, ao meio ambiente e à água, à educação, a cultura, a liberdade de expressão e democratização dos meios de comunicação.
O fortalecimento de diversas economias locais e dos direitos territoriais garantem a construção comunitária de economias mais vibrantes. Estas economias locais proporcionam meios de vida sustentáveis locais, a solidariedade comunitária, componentes vitais da resiliência dos ecossistemas. A diversidade da natureza e sua diversidade cultural associada é fundamento para um novo paradigma de sociedade.
Os povos querem determinar para que e para quem se destinam os bens comuns e energéticos, além de assumir o controle popular e democrático de sua produção. Um novo modelo enérgico está baseado em energias renováveis descentralizadas e que garanta energia para a população e não para as corporações.
A transformação social exige convergências de ações, articulações e agendas a partir das resistências e alternativas contra hegemônicas ao sistema capitalista que estão em curso em todos os cantos do planeta. Os processos sociais acumulados pelas organizações e movimentos sociais que convergiram na Cúpula dos Povos apontaram para os seguintes eixos de luta:
  • Contra a militarização dos Estados e territórios;
  • Contra a criminalização das organizações e movimentos sociais;
  • Contra a violência contra as mulheres;
  • Contra a violência as lesbicas, gays, bissexuais, transexuais e transgeneros;
  • Contra as grandes corporações;
  • Contra a imposição do pagamento de dívidas econômicas injustas e por auditorias populares das mesmas;
  • Pela garantia do direito dos povos à terra e território urbano e rural;
  • Pela consulta e consentimento livre, prévio e informado, baseado nos princípios da boa fé e do efeito vinculante, conforme a Convenção 169 da OIT;
  • Pela soberania alimentar e alimentos sadios, contra agrotóxicos e transgênicos;
  • Pela garantia e conquista de direitos;
  • Pela solidariedade aos povos e países, principalmente os ameaçados por golpes militares ou institucionais, como está ocorrendo agora no Paraguai;
  • Pela soberania dos povos no controle dos bens comuns, contra as tentativas de mercantilização;
  • Pela mudança da matriz e modelo energético vigente;
  • Pela democratização dos meios de comunicação;
  • Pelo reconhecimento da dívida histórica social e ecológica;
  • Pela construção do DIA MUNDIAL DE GREVE GERAL.
Voltemos aos nossos territórios, regiões e países animados para construirmos as convergências necessárias para seguirmos em luta, resistindo e avançando contra os sistema capitalista e suas velhas e renovadas formas de reprodução.
Em pé continuamos em luta!
Rio de Janeiro, 15 a 22 de junho de 2012.Cúpula dos Povos por Justiça Social e ambiental em defesa dos bens comuns, contra a mercantilização da vida.
Fonte: Culpuladospovos.org.br

Bom mesmo é saúde, paz e harmonia...é isso que desejamos a todos vocês leitores amigos do spa vida com harmonia...feliz Domingo e bem estar sempre!